Sou obrigado a responder mensagens depois do expediente?

O equilíbrio entre vida profissional e pessoal de um trabalhador CLT pode ser desafiador. Muitos profissionais, em meio à avalanche de notificações de aplicativos de mensagens, se perguntam: “Sou obrigado a responder mensagens de trabalho fora do meu horário de expediente?” A resposta curta e direta é: não.

Compartilhe esse post no Whatsapp

Respeito à carga horária

ADVOGADOS TRABALHISTAS
Há 20 anos defendendo os seus direitos!
Atendimento on-line todo Brasil

Se você foi contratado para cumprir uma determinada carga horária semanal, essa carga horária deve ser respeitada. O trabalho, em sua essência, é uma troca. Você oferece seu tempo, esforço e habilidades em troca de remuneração. Portanto, se seu contrato determina que seu expediente termina às 18h, por exemplo, não é razoável que você continue a ser solicitado para tarefas profissionais após esse horário sem um acordo prévio ou compensação adequada.

O equilíbrio entre vida pessoal e profissional é essencial para a saúde mental e física. Responder a mensagens e e-mails de trabalho fora do expediente pode levar a um esgotamento profissional, prejudicar relações familiares e sociais e até mesmo afetar negativamente sua produtividade durante o horário de trabalho.

Direito às horas extras

Se, por alguma razão, seu empregador solicitar que você continue trabalhando ou responda a mensagens fora do horário contratual regularmente, é justo e legalmente necessário que você receba por horas extras. O trabalho extra deve ser compensado de acordo com as leis trabalhistas vigentes no país ou estado em que você trabalha.

Utilize outro chip para o trabalho

A linha tênue entre o pessoal e o profissional pode ser claramente delimitada com uma simples ação: usar um chip (ou número de telefone) diferente para assuntos de trabalho.

Dica de ouro

Utilizar um chip diferente para o trabalho não só ajuda a organizar e separar suas mensagens profissionais das pessoais, mas também permite que você desligue literalmente das demandas profissionais quando necessário. Ao terminar o expediente, você pode simplesmente desligar ou colocar o celular de trabalho em modo “não perturbe”, garantindo que seu tempo livre seja realmente livre.

Direito à desconexão

O direito à desconexão, reconhecido em muitos países e empresas, é essencial para manter a saúde mental dos trabalhadores. Este direito garante que todo trabalhador tenha a oportunidade de descansar, desconectar e se recuperar sem a pressão constante de notificações de trabalho.

Em conclusão, enquanto a tecnologia nos oferece muitas conveniências, é fundamental estabelecer limites claros para proteger nosso bem-estar. Lembre-se sempre de que você tem o direito de desconectar e aproveitar seu tempo fora do trabalho. Seu bem-estar e equilíbrio entre vida pessoal e profissional devem ser sempre priorizados.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

Fale com a gente agora!