Mulher não pode trabalhar 2 domingos seguidos!

Hoje, a conversa é super importante e tá na hora da gente entender um pouquinho mais sobre nossos direitos, especialmente nós, mulheres, no mundo do trabalho.

Compartilhar no Whatsapp

Então, senta aí e prepara o café porque hoje a gente vai falar sobre o trabalho aos domingos. Não, não é papo chato. É essencial, minha amiga!

ADVOGADOS TRABALHISTAS
Meu compromisso é com a classe trabalhadora
Advogada de Trabalhadores

Vocês já ouviram falar do Artigo 386 da CLT? Se não, a gente te conta. Esse artigo, tão curtinho, mas cheio de significado, diz o seguinte: “Havendo trabalho aos domingos, será organizada uma escala de revezamento quinzenal, que favoreça o repouso dominical”. Traduzindo o juridiquês, isso significa que a mulher não pode ser forçada a trabalhar dois domingos seguidos.

Isso aí, duas folgas no domingo para nós, comprovadas pelo TST (Tribunal Superior do Trabalho) e pelo STF (Supremo Tribunal Federal)!

Agora, eu sei o que você deve estar pensando, “Por que essa regra específica para as mulheres?” Bom, tem a ver com a carga desproporcional que a mulher leva na vida fora do trabalho. Quem aí não se sente responsável pela casa, pela família, pelos filhos e até pelos pets? Trabalhar dois domingos seguidos pode tornar ainda mais difícil encontrar aquele tempo essencial para cuidar de nós mesmas e descansar um pouquinho.

Então, amiga, fica de olho nos seus direitos! Se alguém pedir para você trabalhar dois domingos seguidos, lembre-se do que falamos aqui. O direito está do nosso lado e ninguém pode nos obrigar a trabalhar quando não devemos.

Compreender nossos direitos é a chave para um ambiente de trabalho mais justo e equilibrado. Vamos juntas nessa, mulherada! Vamos nos fortalecer e lutar por nossos direitos. Porque, no fim do dia, é disso que se trata – de termos o poder de viver nossas vidas do jeito que merecemos.

E se trabalhar dois domingos seguidos?

Para esses casos, a justiça brasileira tem entendido que a empresa precisa pagar em dobro o trabalho do segundo domingo.

Isso significa que, se você trabalhar aquele segundo domingo seguido, você tem direito a receber um valor dobrado pelo seu trabalho. Mas é sempre bom lembrar que essas situações nem deveriam existir!

Na dúvida, é sempre bom procurar um profissional para entender melhor seus direitos e não deixar passar nada batido. Porque a verdade é essa: a gente merece respeito e dignidade em nosso local de trabalho, seja ele qual for.

Isso também vale para o comércio?

Sim!

As restrições ao trabalho em dois domingos consecutivos, previstas no Artigo 386 da CLT, não se limitam a um setor específico da indústria. São válidas para todos os campos, incluindo os setores de comércio, bares e restaurantes.

As mulheres empregadas nessas áreas – como vendedoras, garçonetes ou gerentes de restaurante – têm os mesmos direitos que as empregadas em outros setores. Nenhuma mulher, independente de seu cargo ou setor de atuação, pode ser obrigada a trabalhar dois domingos seguidos, de acordo com a lei brasileira.

Embora esses setores sejam notoriamente conhecidos por exigir horários estendidos e trabalho nos finais de semana, é importante que as mulheres estejam cientes de seus direitos e tomem as medidas necessárias para garantir que esses direitos sejam respeitados.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

Fale com a gente agora!