Quantos dias de folga em caso de falecimento de avó?

Quando enfrentamos a perda de um ente querido, é natural que necessitemos de um tempo para o luto e o processo de recuperação emocional.

Compartilhe esse post no Whatsapp

No entanto, no que se refere à legislação trabalhista brasileira, a CLT, há limitações quanto ao reconhecimento do luto em determinadas situações.

ADVOGADOS TRABALHISTAS
Advocacia e Consultoria Trabalhista
Mais de 18 anos de experiência

De forma notável, a CLT prevê um período de licença por luto em caso de falecimento de avós.

O que diz a CLT

A legislação trabalhista brasileira, em seu atual formato, reconhece o direito à licença luto apenas em casos específicos.

Segundo a CLT, os trabalhadores têm direito a afastar-se do emprego, sem prejuízo do salário:

por até dois dias consecutivos em caso de falecimento de cônjuge, ascendente, descendente, irmão ou pessoa que, declarada em sua carteira de trabalho e previdência social, viva sob sua dependência econômica.

Isso significa que, legalmente, como os avós fazem parte dos “ascendentes”, o trabalhador tem, sim, direito a 2 dias de licença remunerada.

Entre agora no nosso canal do Whatsapp, clicando aqui.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

Fale com a gente agora!